UFSC » Centro de Filosofia e Ciências Humanas
CFH

Segunda Oficina de Estágios do DIP/PROGRAD
Publicado em 26/05/2015 às 14:48

Dando continuidade à execução do Programa de Estágio, o Departamento de Integração Acadêmica e Profissional (DIP) da Pró-Reitoria de Graduação está promovendo, para os estagiários da UFSC, a II Oficina de Estágio.

O evento terá como palestrante o coach Jonny Silva, professor do Departamento de Engenharia Mecânica da UFSC e terá como tema “Estágio Como Visão de Futuro: Início de uma Carreira Brilhante”.

O período de estágio é fundamental na vida profissional, e pode também ser usado para planejar a carreira. Esta palestra apresentará conceitos, exemplos e práticas úteis na definição de uma visão profissional estimulante, no intuito de inspirar e motivar os estagiários a traçarem caminhos profissionais na busca da excelência.

Onde: Auditório Elke Hering – Biblioteca Universitária Central
Dia: 28/05/2015
Horário: Das 16h às 18h
Como: Acessando o link para inscrição: https://docs.google.com/forms/d/12f_Wf84y7229hhllVtPJ8M0IGGb30erf7f7yufnF2gc/viewform?c=0&w=1
Informações adicionais: oficinas.dip@contato.ufsc.br

Devido ao número de vagas limitadas, pedimos que a inscrição seja feita apenas se puder participar da oficina.

Começa segunda, na UFSC, o VII Encontro da Associação Brasileira de Etnomusicologia
Publicado em 21/05/2015 às 11:59

prioritu00E1rio_curvasO Encontro acontece de 25 a 28 de maio, na UFSC. A ABET – Associação Brasileira de Etnomusicologia – foi fundada em 2001 no âmbito do 36º Congresso Mundial do International Council for Traditional Music (ICTM), associação acadêmica internacional no campo da Etnomusicologia e órgão consultivo da UNESCO. Esse campo científico vem se expandindo mundialmente e também no Brasil, graças à nossa reconhecida diversidade cultural, algo que se reflete na procura e incremento de atividades de formação profissional e de pesquisa em Etnomusicologia na Pós-graduação, Graduação e Extensão.

O VII Encontro da Associação Brasileira de Etnomusicologia tem como objetivo provocar uma virada epistemológica e política na prática de pesquisa, assumindo como parceiros os intelectuais guardiões dos modos de pensar e fazer música de comunidades que historicamente foram excluídas de seus papéis de sujeitos do saber.

Confira aqui o Caderno de Programação. Mais informações no site da ABET.

Debate: Liberdade de expressão para quem? Dia 21 de maio, as 18h30 no auditório do CFH
Publicado em 20/05/2015 às 17:52

Mesa redonda Liberdade de Expressão -  para quem (1)

I Seminário de Saúde de Travestis e Transexuais da Grande Florianópolis/SC
Publicado em 14/05/2015 às 16:09

transO I Seminário de Saúde de Travestis e Transexuais da Grande Florianópolis/SC tem como objetivo principal discutir algumas experiências brasileiras bem sucedidas no âmbito do ambulatório de saúde para a população travesti e transexual, bem como as possibilidades de implantação de igual iniciativa em Florianópolis.

Data: 18 de maio de 2015
Local: Mini auditório do CFH/UFSC
Promoção: ADEDH e Margens/UFSC

Esse encontro pretende discutir as demandas urgentes na área da saúde de travestis e transexuais da Grande Florianópolis/SC. Tem como foco central a hormonioterapia, uma vez que o uso de hormônios de forma indiscriminada e sem acompanhamento especializado acarreta agravos para a saúde dessa população. Para além das DST/HIV-Aids/HV, o acompanhamento hormonal tem se mostrado uma necessidade urgente conforme pesquisa realizada pela ADEDH – Associação em Defesa dos Direitos Humanos com Enfoque na Sexualidade -  em parceria com o Núcleo Margens: modos de vida, família e relações de gênero, do Departamento de Psicologia da UFSC.

A Prefeitura Municipal de Florianópolis lançou, em maio de 2012, o I Plano Municipal de Políticas Públicas e Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT). No documento são listadas estratégias de gestão e ação em vários âmbitos, dentre os quais a saúde. No entanto, nenhum deles contempla a demanda por acompanhamento hormonal da população de travestis e transexuais.

A experiência da ADEDH, organização não governamental há 22 anos sediada em Florianópolis, indica que, mais do que os procedimentos cirúrgicos, a mudança do registro civil e a hormonioterapia são demandas correntes que precisam ser contempladas para que essa população tenha minimamente reduzidos as situações de humilhação e os agravos à saúde. A rede SUS no município, em sua atenção básica, não dispõe de profissionais capacitados para o acolhimento dessa população que, via de regra, deixa de procurar os serviços por receio de preconceitos e discriminações.

Programação

Continue a leitura »

Colóquio Nietzsche e a teoria política
Publicado em 13/05/2015 às 15:09

O Grupo de Estudos Nietzsche e a teoria política  (GENTP) realiza, de 12 a 14 de maio,  o Colóquio Internacional “A Filosofia de Nietzsche e a Teoria Política: Abordagens Contemporâneas”, das 8h3min às 21h30, no auditório. Entrada gratuita. Informações no site.

Biblioteca Central disponibiliza sala exclusiva para consulta ao acervo de obras raras
Publicado em 13/05/2015 às 14:46

Espaço para consulta de obras raras na BU. Foto: Jair Quin/Fotógrafo da Agecom/DGC/UFSC

Espaço para consulta de obras raras na BU. Foto: Jair Quin/Fotógrafo da Agecom/DGC/UFSC

A Biblioteca Central da UFSC (BU) disponibiliza, a partir desta semana, uma sala exclusiva para consulta ao acervo de obras raras. A medida visa proporcionar maior conforto aos usuários pesquisadores deste acervo especial.

O acervo de obras raras da BU é composto de livros e folhetos impressos, tanto do Brasil quanto do exterior, entre os séculos XVIII e XX. Trata-se de uma coleção inestimável de leis do Império e da Província, obras sobre Santa Catarina e sobre o Brasil (incluindo relatos de viajantes, relatórios e obras gerais), obras sobre o direito no Brasil entre os séculos XIX e XX, além de textos literários e ensaios diversos. Há ainda uma coleção de jornais catarinenses do século XIX, um acervo de documentos históricos e periódicos microfilmados.

Além das obras impressas e microfilmadas, há um expressivo acervo documental, formado de manuscritos de importância histórica, como a coleção contendo mais de quatrocentos documentos da correspondência do Ouvidor da Comarca do Desterro entre os anos de 1770 e 1780 e um conjunto significativo de correspondências das colônias alemãs e italianas em Santa Catarina no século XIX.

Mais informações no Serviço de Coleções Especiais pelo telefone (48) 3721-2465.

(Retirado do site da UFSC)

Estado e políticas públicas para a diversidade
Publicado em 08/05/2015 às 15:58

Cartaz Conferencia Antonio Carlos Souza Lima 11.5.2015A palestra “Estado e políticas públicas para a promoção da diversidade” acontecerá nesta  segunda, 11 de maio, com o prof. Antonio Carlos de Souza Lima, presidente da ABA (Associação Brasileira de Antropologia) às 16h30 na sala 110 (Sala Prof. Silvio Coelho dos Santos) da Antropologia,  1º andar do bloco D do CFH.

Antonio Carlos de Souza Lima é Professor Titular de Etnologia/Depto. de Antropologia, UFRJ, onde atua nos Programas de Pós-Graduação em Antropologia Social e no Programa de Pós-Graduação em Arqueologia. Suas pesquisas estão relacionadas às áreas de Antropologia Política, atuando principalmente nos seguintes temas: Antropologia do Estado (indigenismo, política indigenista, povos indígenas e universidade; estudos sobre a administração pública e a cooperação técnica internacional) e História da Antropologia no Brasil (antropologia histórica dos museus e coleções etnológicas; relações indigenismo-antropologia). É presidente da Associação Brasileira de Antropologia (2015-2016), da qual foi Vice-Presidente (2002-2004); Coordenador de sua Comissão de Assuntos Indígenas (2002-2004; 2006-2008); Diretor Regional (2008-2010; 2013-204). É também co-coordenador do Laboratório de Pesquisas em Etnicidade Cultura e Desenvolvimento (LACED - www.laced.etc.br)/Setor de Etnologia/Dept. de Antropologia-Museu Nacional/UFRJ. Participou e coordenou projetos de pesquisa e extensão com recursos de instituições como a Fundação Ford e a FINEP, desde 2004 até o presente dedicando-se com esses recursos a trabalhar sobre o ensino superior indígenas.

Progressão para a classe E – Títular da Carreira do Magistério Superior (História e Antropologia)
Publicado em 05/05/2015 às 15:10

DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA
NOME BANCA (Portaria: 042/2015/CFH)
DATA E LOCAL DE DEFESA Atas da Sessão Pública
Waldir José Rampinelli Marco Antônio Franciotti (UFSC)

Dário Horacio Gutierrez Gallardo (USP)

Júlio Ricardo Quevedo dos Santos (UFSM)

Maria Eunice Moreira (PUC-RS)

TAE: Helena Del Fiaco
06/05/2015 – 14:30h


Sala 10 (Usos Múltiplos)

Departamento de História
Data de Divulgação: 07/05/2015

 

Waldir José Rampinelli

 

Artur César Isaia

Artur César Isaia 06/05/2015 – 18:30h

Sala 10 (Usos Múltiplos)

Departamento de História
DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA
NOME BANCA (Portaria: 044/2015/CFH)
DATA E LOCAL DE DEFESA Atas da Sessão Pública
Miriam Pillar Grossi Ilse Scherer Warren (UFSC)

Cláudia Lee Williams Fonseca (UFRGS)

Lia Zanotta Machado (UnB)

Russel Parry Scott (UFPE)

TAE: TAEEE
08/05/2015 – 13:30h

Auditório do CFH

Bloco B
Data de Divulgação: 11/05/2015

 

Miriam Pillar Grossi

 

Carmen Sílvia Rial

Carmen Sílvia Rial 08/05/2015 – 17:00h

Auditório do CFH

Bloco B

Resultado da Consulta sobre adesão ou não da UFSC à EBSERH – Votação do CFH
Publicado em 30/04/2015 às 13:54

O Grupo de Trabalho da consulta pública sobre a adesão ou não do Hospital Universitário (HU) à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) anunciou na noite desta quarta-feira, 29 de abril, o resultado da votação em toda a UFSC. Entre os estudantes que participaram da consulta, 75,62% votaram pela não adesão, e 25,3%, pela adesão. Dos servidores técnico-administrativos, 68,34% foram contrários, e 28,67% favoráveis à adesão. Entre os docentes, 37,94% votaram “não” e 58,51% “sim”. Os resultados servem como base para a decisão do Conselho Universitário (CUn), que tem a palavra final sobre o assunto.

Urna/seção Total de votantes Inscritos Votos pelo NÃO Votos pelo SIM BRANCOS NULOS
901 – estudantes 944 205 06 01 00
902- professores 194 33 15 03 02
903 – técnicos 78 41 04 01 00
911 – estudantes 933 211 06 00 00
921 – estudantes 937 220 09 00 00
931 – estudantes 818 199 07 02 00
Total Geral CFH 3.904 909 47 07 02

7 º SEMINÁRIO NECAT – DESENVOLVIMENTO REGIONAL EM SANTA CATARINA:CENÁRIOS E DESAFIOS
Publicado em 29/04/2015 às 7:11

A temática do desenvolvimento regional vem ganhando espaço cada vez maior nos estudos e debates acadêmicos, bem como na formulação de políticas públicas destinadas à promoção do desenvolvimento de uma determinada região, estado ou país. Essa é uma temática de extrema relevância para o estado de Santa Catarina, uma vez que, à medida que o processo colonizador foi avançando, configurou-se um sistema econômico e social regionalizado que, embora tenha se integrado parcialmente ao nível estadual, desenvolveu uma dinâmica de interligação também com cidades pólos regionais de outras unidades da federação. Mesmo assim, atualmente o estado catarinense é visto como um exemplo de um processo de desenvolvimento socioeconômico equilibrado, comparativamente ao conjunto do país. Partes dessas experiências regionais serão analisadas no 7º seminário organizado pelo NECAT, evento que procurará contribuir nas discussões sobre a realidade catarinense, particularmente na temática do desenvolvimento regional.

Data: 29.04.2015 (Quarta-Feira)
Horário: 18.30h
Local: Auditório do Centro Socioeconômico (CSE-UFSC)

  • Administradores do Site
  • 1960 - 2015 - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) | Central Telefônica - (48) 3721-9000 |
  • Última atualização do site foi em 26 de maio 2015 - 14:48:15
SeTIC
Páginas UFSC